Blog

Empreender em Si < Voltar





A falta de fé promove a busca incessante – e insensata – por coisas materiais.

Quando existe o entendimento de que não viemos para possuir nada, a presença se transforma em um #fluxo constante de alegria manifestada.

Somos guardiões. Tudo nos é emprestado.

O dinheiro não é dinheiro, mas é a energia pela qual você deposita seu tempo, suor, ideias e força de trabalho.

A única forma de equilibrar a “perda de tempo por trabalhar” é dar e receber. Saber fluir e celebrar.

CE-LE-BRAR!

Se você apenas doa e não recebe, a contrapartida do que foi entregue deixa a balança desajustada.

Vejo muitas pessoas trabalhando uma vida inteira para sobreviver. No fim da vida não sabem qual foi o sentido de ter vivido.

O dinheiro não é desgraça, quem diz isso deturpa o sentido da matéria e vibra na escassez.

Não viemos brigar com o sistema, mas ressignificá-lo. Sem desonrar tudo o que já existe.

Precisamos reconectar com quem somos. Acolher a criança ferida e os monstros que foram criados e nutridos dentro de nós.

Saber olhar para dentro é empreender a própria existência: integrando assim todas as partes de si que ficaram embaralhadas ao longo da vida.

Uma chuva de bênçãos!

Danielle Morreale